Ilha de Boipeba

De Morro de São Paulo a Boipeba

De um paraíso a outro.

Após cinco dias em Morro de São Paulo, decidimos prolongar nossa viagem até Boipeba.
Aqui começa a segunda parte da nossa segunda lua de mel, comemorando Bodas de Papel! 

Sabe aquele lugar que você vai pra passar uns dias e não quer mais ir embora? Então, assim é Boipeba...

Aqui você vai ler:

Como ir de Morro de São Paulo para Boipeba

Há muitos passeios em Morro de São Paulo que passam e fazem parada em Boipeba, e, caso você queira ficar e conhecer a ilha, é só informar na agência que você ficará por lá!

Além dos passeios, há outra forma de ir de Morro de São Paulo para Boipeba, como fizemos.
Encontramos na Segunda Praia de Morro de São Paulo uma agência de turismo que topou nos levar até as margens do Rio do Inferno para atravessarmos para Boipeba. Pagamos R$ 60,00 por pessoa.
O trajeto só é possível de barco ou carros 4x4 até o Rio do Inferno, que divide as duas ilhas. Fomos de carro e realmente as estradas são ruins.

Fizemos uma breve parada na Praia de Garapuá para deixar algumas pessoas que estavam fazendo o passeio com guia para as piscinas naturais. Este passeio também é vendido nas agências da Segunda Praia de Morro de São Paulo.
Da Segunda Praia até Guarapuá o trajeto demora, em média, 1 hora e 30 minutos se feito de carro.
Ficamos simplesmente encantados com a beleza dessa praia!


Paraíso em Morro de São Paulo
Praia de Guarapuá - Morro de São Paulo BA



Praia de Guarapuá

Uma praia deserta, praticamente intocada, com um mar de águas cristalinas e profundas, poucas ondas, uma faixa de areia branca e fina com, aproximadamente, 2 km de extensão, a Praia de Garapuá fica logo após a Quinta Praia de Morro de São Paulo.

Devido ao difícil acesso, o turismo ainda é muito baixo.
Os poucos turistas que circulam por ali são os que vão de passeio de barco de Morro de São Paulo para as piscinas naturais, cujo são as principais atrações da praia.
A vila de pescadores é bem simples, com um pequeno comércio e poucas pousadas (também simples). É um ótimo lugar para relaxar em meio a paz e tranquilidade com uma natureza exuberante!

Praia tranquila, mar de água esverdeada e areia clara.
Praia de Guarapuá


Na praia há barracas com estrutura para atender os frequentadores e turistas o dia todo, servindo bebidas, petiscos e refeições.
Você também encontra para alugar pranchas para stand up, caiaque e máscaras de mergulho.

E pra quem vai fazer o passeio nas piscinas naturais, ainda pode desfrutar de drinques e petiscos no bar flutuante.
Caso esteja fazendo o passeio até as piscinas naturais e queira ficar nesta praia, basta pedir para que a lancha te deixe na beira da praia!
E se quiser pernoitar, é só combinar com um dos receptivos da Segunda Praia de Morro de São Paulo que eles vão buscar na data e hora marcada!


De lá seguimos para as margens do Rio do Inferno, rio que divide as duas ilhas.
Fizemos a travessia de barco. O valor foi de R$ 10,00 por pessoa (valor de 2019).
Não demorou cinco minutos para desembarcarmos na Praia da Boca da Barra.

Atravessando o Rio do Inferno para desembarcar na Ilha de Boipeba
Chegando em Boipeba pelo Rio do Inferno


Ilha de Boipeba

Vizinha de Morro de São Paulo, a Ilha de Boipeba compõe o Arquipélago de Tinharé, no município de Cairu, Baixo Sul da Bahia, cercada pelo Oceano Atlântico de um lado e do outro o estuário do Rio do Inferno.
Além de ser uma Área de Proteção Ambiental, também foi reconhecida pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.

Ao contrário da agitada Morro de São Paulo, Boipeba é um lugar de paz, sossego e conexão com a natureza. 
Mas se você quer um pouco de agitação, a Vila também oferece bares e restaurantes que podem animar sua noite!
Na praça central acontece o agito noturno, onde há muitas barracas de comidas e bebidas.
Como nossa viagem foi fora de temporada, a maioria das barracas estavam fechadas, mas havia muito movimento na praça.

Curiosidade

O nome Boipeba é a tradução da palavra "m'boi pewa" que significa cobra chata em tupy, que se refere à tartaruga marinha. 

Como Chegar 

A princípio, chegar até a Ilha de Boipeba partindo de Salvador parece muito complicado, mas, na verdade, não é!

Basta se programar e sair cedo de Salvador, pois o trajeto é um pouco longo, e escolher uma das opções abaixo:

- Via Valença

*Atravesse de ferry-boat até Bom Despacho - R$ 5,10 por pessoa nos dias úteis, R$ 6,40 por pessoa aos finais de semana e feriados. Caso queira fazer a travessia de carro, o valor é de R$ 45,70 nos dias úteis e R$ 64,70 aos finais de semana e feriados. O motorista do veículo está isento à tarifa, os demais passageiros pagam a tarifa de pedestre normalmente (aproximadamente 50 minutos de viagem);

*Pegue o ônibus (ou carro) para Valença - R$ 30,00 em média por pessoa (aproximadamente 45 minutos de viagem, depende do transporte e trânsito);

*Desça no cais de Valença e pegue a lancha até Boipeba - R$ 44,00 por pessoa (tempo estimado da viagem 1 hora e 10 minutos a depender da maré e tipo de embarcação).

Solicite ao motorista do ônibus/carro para desembarcar próximo ao cais, pois a rodoviária fica um pouco distante.

- Via  Graciosa


*Atravesse de ferry-boat até Bom Despacho;

*Pegue o ônibus (ou carro) para Valença;

*Na rodoviária de Valença você encontra o Expresso Boipeba, que é o ônibus até o cais de Graciosa (17 km de Valença) + a lancha até Boipeba - R$ 35,00 por pessoa (tempo estimado da viagem é de 2 horas de Valença até Boipeba).

Há limite de horário para última lancha saindo de Graciosa, às 16:30h, portanto, caso essa seja sua opção, é muito importante que saia de Salvador o mais cedo possível, assim não corre o risco de perdê-la.
Fizemos esse caminho para voltar pra casa e foi mais barato que ir direto para Valença.
Você pode comprar sua volta antecipada nas agências que fazem essa travessia, assim você garante a volta no horário desejado. Voltamos em uma segunda-feira e quase não conseguimos passagem! Lembre-se: é o único meio de transporte da ilha!

-Aéreo de Salvador

Você também tem a opção de ir para Boipeba de avião, partindo do aeroporto de Salvador.
O tempo estimado da viagem é de aproximadamente 30 minutos.
O valor da passagem é, em média, R$ 600,00 por pessoa e os horários dependem do movimento. Portanto, caso seja essa a sua escolha, informe-se com antecedência sobre dias e horários dos voos.

Praias de Boipeba

Sem dúvida o litoral da ilha é um espetáculo da natureza!
Um litoral com 20 quilômetros de praias paradisíacas, com águas límpidas e transparentes, a Ilha de Boipeba encanta a todos que a visitam.
É possível caminhar uma boa parte da extensão litorânea, basta ficar atento à maré, pois em alguns trechos não é possível caminhar com a maré alta.
As praias são bem desertas, com poucos quiosques, mas você pode aproveitas a sombra dos coqueiros e árvores que compõem a paisagem. 
Nós caminhamos da Praia Boca da Barra até a Praia da Cueira (uma boa caminhada rsrs) e posso dizer com toda convicção que vale muito a pena acordar cedo e explorar esse território fantástico!
Para chegar nas praias, você pode descer a rua principal da vila ou, se preferir, pode caminhar até a Igreja do Divino Espírito Santo, localizada no centro, e descer por trás da igreja.
Igreja do Divino Espírito Santo - Ilha de Boipeba
Igreja do Divino Espírito Santo - Boipeba

Aproveite a vista do mirante que há ali, antes de descer as escadas que dão acesso à praia.

Vista do Mirante de Boipeba
Vista do Mirante de Boipeba

É muito comum você se deparar com algumas esculturas talhadas em raízes e troncos de árvores por toda a extensão litorânea de Boipeba.

Escultura talhada na raiz de um coqueiro na Ilha de Boipeba
Essa é a raiz de um coqueiro



Praia da Boca da Barra  

A praia mais próxima da Vila é a Praia da Boca da Barra, onde tem o píer de embarque e desembarque.
A única praia que não tem um mar tão azul, devido ao encontro do rio com o mar.
Assim como em Morro de São Paulo, no píer de Boipeba haverá muitos carregadores com carrinhos de mão se oferecendo para carregar suas bagagens (não há carros na ilha, lembra?).

Foto tirada horas antes de irmos embora. Tristeza estampada no rosto,
 a vontade de ficar era enorme rsrs

Nela você encontra maior variedade de pousadas e restaurantes, agências de turismo e também é dela que saem os passeios.

Próximo ao píer de Boipeba, Praia da Boca da Barra
Próximo ao píer da Praia da Boca da Barra - Boipeba

Local de onde saem os passeios volta a ilha de Boipeba
Praia da Boca da Barra - Lugar de onde saem os passeios volta a ilha de Boipeba

Há alguns quiosques onde servem bebidas, petiscos e refeições. É excelente para passar o dia.
E após o almoço, você pode aproveitar para relaxar em uma "rede preguiçosa pra deitar" rs.

Praia Boa da Barra


Com a maré baixa formam vários bancos de areia e piscinas naturais, ideal para a prática de esportes e para crianças.



E, além de tudo isso, você ainda aprecia um fim de tarde maravilhoso com um magnífico pôr do sol.

Pôr do sol na praia Boca da Barra


Praia do Outeiro

A Praia do Outeiro é continuação da Boca da Barra, com pousadas à beira-mar e poucos quiosques, também é possível passar o dia, porém, nem sempre os quiosques estão abertos, portanto, vale a pena levar algo para comer e beber.




Com um mar de águas claras e poucas ondas, com a maré baixa é possível ver os arrecifes e aproveitar as piscinas naturais.

Praia do Outeiro

Praia das Pedrinhas

A Praia das Pedrinhas fica no final da Praia do Outeiro. Uma pequena praia antes da trilha que segue para a Praia Tassimirim, com muitas árvores e um belo cenário para fotos.
Como o próprio nome diz, há muitas pedrinhas em sua pequena faixa de areia.

Esse é o início da trilha, na Praia das Pedrinhas, que dá acesso à Praia Tassimirim
Praia das Pedrinhas - Início da trilha para a Praia Tassimirim

Praia do Tassimirim

De mar calmo e águas claras, a Praia do Tassimirim é excelente para a prática de esportes, como o snorkel, e também para banho.
Na maré baixa, você também aproveita as piscinas naturais que ali se formam.
Para chegar nesta praia, basta seguir a trilha que se inicia na Praia das Pedrinhas, uma trilha pequena e fácil que não requer muito esforço.



E se você precisar fazer uma parada para descansar, conta com a sombra das árvores e até bancos espalhados por ali.

Praia do Tassimirim



 Fizemos algumas paradas, estávamos carregando o cooler e queríamos apreciar a paisagem!
Com a maré baixa a paisagem é incrível!
Há alguns quiosques, mas nem sempre estão abertos.

Praia da Cueira

Considerada uma das mais belas praias do Brasil e a mais bela da Ilha de Boipeba, com suas águas claras em tons azul e verde e areias brancas, a Praia da Cueira é cercada por muitos coqueiros e conta com uma boa infraestrutura em se tratando de restaurantes, mas, assim como em todas as demais praias, nem sempre estão abertos.

Praia da Cueira na Ilha de Boipeba
Praia da Cueira

 A praia é bem longa, então, se não quiser ficar próximo aos restaurantes, onde a maioria dos frequentadores ficam, você consegue uma sombra longe do "agito" e curte a praia com todo sossego e tranquilidade que você busca em Boipeba.

E foi nessa linda praia que paramos para celebrar nossa bodas de papel (um ano de casados)!

Comemorando Bodas de Papel na Ilha de Boipeba

Brindando o amor na Praia da Cueira - Boipeba

Ao final da Praia da Cueira está o Rio Oritibe, onde você, além de aproveitar um belo e bom banho de rio, chega na Praia de Moreré!
Mas atenção!!!!! Apenas atravesse o rio com a maré baixa!

Praia de Moreré

Uma das praias mais procuradas da ilha, a Praia de Moreré encanta com toda sua beleza rústica.
Embora seja uma praia bem deserta, há quiosques e restaurantes que atendem aos frequentadores na beira da praia.
Com um mar calmo e de águas cristalinas, rodeada de coqueiros e com belas piscinas naturais, é também um dos pontos de parada dos passeios de volta à ilha e também os passeios que saem de Morro de São Paulo.

Piscinas naturais de Moreré

 Devido à grande quantidade de pessoas que passam por ali diariamente a quantidade de peixes está diminuindo cada vez mais.
Há biólogos acompanhando os passeios, conscientizando os turistas sobre alimentar os peixes, pisar nos corais e até mesmo sobre o lixo deixado no local (sim, ainda há pessoas que deixam seus lixos pra trás!).

Para chegar em Moreré, após atravessar o rio, basta caminhar por uma fazenda de coqueiros.
Caso a maré esteja alta ou você não se sinta seguro para atravessar o rio, há tratores que fazem o transporte de turistas na ilha.
Você também pode se hospedar em uma das pousadas rústicas do vilarejo de Moreré, onde  há muito sossego!

No vilarejo você também conta com alguns comércios, mas lembre-se de que nem todos aceitam cartão e não há bancos.

Praia do Bainema

A Praia do Bainema fica após a Praia de Moreré. Para chegar nela, basta seguir a trilha, no final de Moreré. Um percurso de aproximadamente 20 minutos em meio a lindas árvores.

Muito mais deserta que Moreré, a praia conta com apenas uma barraca, não tem estrutura para receber turistas, mas é de uma beleza incrível!
Um mar de águas claras e calmas, com a maré baixa você curte um delicioso banho nas piscinas naturais.
Também é ponto de parada do passeio "Volta à ilha", mas não vimos peixes nessas.

Praia da Ponta dos Castelhanos

Uma das mais desertas e isoladas praias de Boipeba, a Ponta dos Castelhanos tem uma extensa faixa de areia clara, cercada por coqueiros e mangues.
Com uma mar calmo, de águas cristalinas em tons de azul e verde, com a maré baixa formam-se piscinas naturais e grandes bancos de areia no meio do mar, o que torna a paisagem incrível!

Ponta dos Castelhanos


Embora seja uma praia pouco frequentada, é também parada obrigatória no roteiro do passeio de Volta à ilha, então disponibiliza de uma estrutura bem simples para atender aos turistas que passam por ali.
Na alta temporada o fluxo de barcos aumenta, consequentemente há mais barracas atendendo, mas na baixa temporada, apenas uma barraca permanece aberta, onde servem petiscos e bebidas.

Além da extensa e maravilhosa praia, você também pode aproveitar um maravilhoso banho de rio nas águas do Rio Catu.

Ponta dos Castelhanos (Rio Catu) - Boipeba

Para chegar na Ponta dos Castelhanos, além dos passeios, você também pode se aventurar pela trilha, seguindo a partir de Moreré, passando por Bainema e atravessando o mangue.
Caso sua opção seja seguir pela trilha, recomendamos contratar um guia local para atravessar o mangue. Do outro lado do mangue há pequenas embarcações que te levam para o outro lado do rio.

Praia Cova da Onça

Localizada no Vilarejo de São Sebastião, uma vila de pescadores, a Praia Cova da Onça não é uma das mais belas da ilha, mas é parada nos passeios para almoço.
Com restaurantes à beira-mar, a praia também é famosa por sua culinária.

Além do passeio de Volta à ilha, também é possível chegar à Praia Cova da Onça caminhando, partindo de Moreré, porém são mais de 4 horas de caminhada, aproximadamente 9 quilômetros.
De Moreré também partem barcos que te deixam nesta praia.

O que fazer em Boipeba

Além de belas caminhadas pelas paradisíacas praias de Boipeba, são oferecidos alguns passeios por agências de turismo na ilha. 
O passeio mais procurado é o passeio de lancha Volta à ilha, partindo da Praia Boca da Barra. 
O passeio se inicia pelo mar e termina pelo rio, com duração de sete horas.
Em seu roteiro estão as piscinas naturais de Moreré, uma parada em Ponta dos Castelhanos e Cova da Onça para o almoço. No passeio que fizemos ainda houve uma parada nas piscinas naturais de Bainema.

No retorno, a lancha passa pelos manguezais do Rio do Inferno e faz parada no restaurante flutuante, no povoado de Canavieiras, onde você poderá saborear ostras e apreciar um lindo pôr do sol (no dia que fizemos o passeio não foi possível, haviam muitas nuvens).
Pagamos R$ 70,00 por pessoa (valor de 2019).

Foto tirada no bar flutuante

Você também pode optar por passeios que vão apenas às piscinas naturais de Moreré ou à Ponta dos Castelhanos, com saída da Boca da Barra ou Moreré, este com menor custo.

Outra opção é o passeio pelo do Rio do Inferno, que pode ser feito de caiaque, oferecido pelas agências, ou por canoas, geralmente disponíveis na Boca da Barra, com duração média de 2 horas.
Você também pode alugar um caiaque ou uma prancha de stand up e fazer o percurso por conta própria.

Entre julho e novembro o litoral da Bahia ganha um espetáculo à parte, quando as baleias jubarte podem ser observadas de diversos potos, e você pode aproveitar para incluir em seu roteiro. Mas, vale fazer uma pesquisa com os nativos para saber se vale a pena a investida, pois não é garantia de conseguir vê-las todos os dias!

À noite, além dos bares e restaurantes localizados na Vila, você não pode deixar de ir à feirinha da Praça Santo Antônio, onde há uma variedade de petiscos e bebidas da região.

Quando ir à Boipeba

Embora no nordeste o sol brilha o ano todo, há os períodos em que a chuva cai com mais frequência, porém, nada que estrague suas férias em Boipeba!

Sem dúvidas, a melhor época para curtir as férias é no verão, quando as chuvas são mais rápidas, porém é a época em que a ilha é mais procurada. Entre dezembro e março, o movimento da ilha aumenta muito, portanto, se está programando sua viagem para esta época, faça suas reservas com antecedência, assim você garante sua hospedagem e não paga preços tão altos!

Entre os meses de abril a julho as chuvas caem com maior frequência, mas o sol sempre brilha.
Fomos no início de abril e todos os dias amanheciam com chuva, porém, não demorava muito para abrir um lindo sol!
Entre abril e junho a ilha está mais tranquila, com pouco movimento de turistas. Já nos meses de julho e agosto, devido às férias escolares, o movimento aumenta bastante.

A partir de agosto as chuvas começas a cessar, e os meses entre setembro e novembro são considerados de baixa temporada, o que deixa os preços mais baixos.

Se você puder, evite viajar em feriados prolongados, pois a tendência é aumentar o fluxo de turistas na ilha e, consequentemente, os preços.

Hospedagens 

A Ilha de Boipeba é um lugar rústico e suas hospedagens não são diferentes! Você não vai encontrar grandes hotéis ou resorts , não há luxo, as pousadas são simples e rústicas, porém charmosas.
Há pousadas à beira-mar, à beira-rio, em meio à  natureza, nas ruas da Vila, hostels, quitinetes e casas para temporada com uma enorme variedade de preços.
Você pode se hospedar tanto na vila de Velha Boipeba quanto no vilarejo de Moreré. 

Nós nos hospedamos em uma quitinete na praça, com ótima localização e fácil acesso às praias e comércios!

Dicas para sua viagem

Para que sua viagem seja mais tranquila, vamos deixar algumas dicas sobre a Ilha.

Leve dinheiro suficiente para sua viagem!
A maioria dos comércios e hospedagens não aceitam cartão e lá não há bancos ou caixas eletrônicos.
 
Leve apenas roupas leves (regatas,  vestidos, shorts, bermudas, chinelos, sandálias), roupas de banho e acessórios que possam te proteger contra os raios solares, como camisas com proteção UV e chapéus/bonés.
Dependendo da época, vale a pena colocar na mala um casaco leve para usar à noite, quando a temperatura pode cair um pouco.
Vale a pena levar um tênis, caso queira fazer um passeio pelas trilhas é a melhor opção.

Tenha sempre protetor solar e repelentes de insetos.

A voltagem na ilha é 220, então, esqueça secador de cabelos e chapinhas. Caso seja impossível, entre em contato com a pousada e verifique se eles disponibilizam de transformador de energia.

Caso sua pousada seja um pouco mais afastada do centro, leve consigo uma lanterna, pois algumas ruas são pouco iluminadas (ou até mesmo não tem iluminação).

Consulte a tábua de marés.
Para visitar as piscinas naturais ou caminhar à beira da praia, é ideal que a maré esteja baixa.
Você também pode planejar sua viagem de acordo com as datas de maré baixa, assim poderá aproveitar melhor os seus dias. 

Leve sua câmera e divirta-se!

E você, já se aventurou em Boipeba? Conte-nos como foi aqui nos comentários!
Aproveita e deixa uma dica para os viajantes que ainda não conhecem Boipeba!

Veja também Praia da Gamboa 
Você também pode gostar Ilhas de Salvador


Share:

6 comentários:

  1. Olá Querida,
    Tudo bem?
    Amei o post:) as fotografias são lindíssimas:)
    Parabéns:)
    Beijinhos Karina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karina!
      Muito bem, obrigada!
      Ah ficamos felizes!
      Muito obrigada pelo carinho!

      Excluir
  2. Que lugares lindos nas fotos. Que passeio maravilhoso. Estou precisada disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vany, como vai?
      Realmente o lugar é incrível!
      Visite quando puder, sairá de lá renovada!

      Excluir
  3. que lugar magnifico
    eu amo viajar, são sempre os melhores momentos de nossas vidas
    amei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luma!
      Realmente é um lugar magnífico!
      Ah, você vai amar este lugar, tenha certeza!

      Excluir

Os comentários estarão visíveis após aprovação dos moderadores.
Agradecemos a sua visita.
Cadastre-se para ser avisado sobre novas publicações!

Popular Posts

Pesquisar este blog

Viaje conosco!

Receba as atualizações diretamente no seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Seguidores

Postagens Recentes

Postagens mais visitadas