Bloqueio Criativo na Quarentena


Bloqueio criativo na quarentena: O que fazer?

Você ou algum conhecido passou ou está passando por isso?
Tem conteúdo para publicar e não sabe por onde começar ou não consegue escrever porque simplesmente as ideias não surgem?
Esse relato pode te ajudar!
Após quase dois meses sem publicar, volto pra contar como a quarentena nos atingiu e como estou conseguindo acabar com o bloqueio criativo.
Leia até o final e anote as dicas ;)

Vamos lá?!

O início da quarentena


Logo que iniciou a quarentena, no mês de março, por conta da pandemia do covid-19, estávamos viajando e não sabíamos o que estava acontecendo em nossa cidade (pra falar a verdade, não sabíamos o que estava acontecendo no mundo!). Estávamos em Lençóis - BA, um lugar cheio de turistas estrangeiros, um lugar onde você quer distância de qualquer tipo de tecnologia, porque você está ali para se conectar apenas com a natureza e nada mais!

Quando retornamos para Aracaju (nossa cidade atual) descobrimos a gravidade da situação, e foi aí que nosso pesadelo começou! Um turbilhão de emoções e pensamentos tomaram conta de nós. A cidade e todo o comércio estavam fechados, aulas suspensas, pessoas adoecendo a cada dia e o medo tomando conta da população (inclusive de nós).
As perguntas de todos eram as mesmas: “o que vamos fazer agora?”, “como vamos trazer o sustento para dentro de casa se não temos como trabalhar?”, “como vou me arriscar lá fora se nem cliente terei?”, e cada dia que passava a chance de ter uma resposta só diminuía.
Tínhamos planos para os meses seguintes, já estavam programados nossos últimos passeios por Sergipe e a mudança de cidade e, de repente, tudo mudou! Fomos obrigados a adiar todos os nossos projetos!

E com tudo isso, como se não bastasse, tive um bloqueio criativo, não conseguia produzir nenhum conteúdo para o site ou redes sociais. Algo que jamais imaginei que pudesse acontecer estava acontecendo. Todos os dias me perguntava “E agora? O que vou dizer aos meus leitores? Como explicar ao meu público que voltei de viagem, mas não compartilho com eles porque não consigo formar uma única frase?”, e isso foi me deixando pior!
Decidi que o melhor era me afastar por um tempo das redes sociais e trabalhar minhas emoções, pois não conseguia ao menos expressar esses sentimentos.
Mergulhamos em séries de TV, algo que não tínhamos o hábito, para tentar esquecer um pouco e, no meu caso, tentar desbloquear a mente, mas foi em vão! Passamos dois meses inteiros assistindo filmes e séries e, ao final desse período, chegamos à conclusão de que nada adiantava. Com isso, mais um sentimento de derrota surgiu: dois meses deixando a vida passar!
Contudo, a situação do país só piorava, a quarentena estava longe de ter fim e a única opção era, de fato, deixar a vida passar!

Me reencontrando


Comecei a entender que quem precisava mudar era eu, que eu precisava me reencontrar nesse “novo mundo”, precisava controlar minha ansiedade e criar um novo "eu", ver o mundo de uma forma diferente, porque o mundo está diferente!
Precisava repensar e achar dentro de mim uma motivação, buscar inspiração e me sentir bem comigo mesma, independente do que acontecesse lá fora, precisava de um equilíbrio aqui dentro.
Não é fácil controlar as emoções e não deixar-se levar, não deixar que o caos exterior cause um caos interior, mas é o único jeito de passar por tudo isso.
Você não consegue fazer vista grossa para a dor do outro, para o sofrimento do próximo, mas consegue controlar o quanto isso te afeta, e é exatamente isso que precisamos aprender.

A solução

Passei dias pensando no que exatamente me faria bem naquele momento, o que poderia mudar para me sentir bem comigo mesma, o que poderia acabar com a frustração que estava me consumindo e novamente me sentir satisfeita e voltar a produzir.
Após muita conversa chegamos à conclusão de que realmente precisávamos mudar de cidade, seguir com nossos planos, mesmo em meio à pandemia, mesmo tendo que abrir mão de algumas coisas que considerávamos importantes, a única solução era mudar de cidade.
Voltamos a planejar a mudança e programamos para o mês de junho, o comércio na nossa cidade estava com previsão de reabertura para a primeira quinzena, surgia uma nova esperança. Sentia que nosso momento havia chegado.
Mas, mais uma vez, não foi como esperávamos e a sensação de derrota tomou conta de nós novamente.
Os casos de pessoas contaminadas voltaram a aumentar e o comércio que mal abriu as portas, fechou novamente. O que fazer?
Continuamos com os planos, adiamos por mais um mês e, com calma, arrumamos nossa mudança.
Muitos acharam loucura mudar em meio ao caos, acharam que estaríamos nos expondo e o melhor era continuar onde estávamos até tudo passar, que independente de onde estivéssemos teríamos que ficar trancados, assim como em Aracaju. Mas, para nós, o simples fato de estarmos em uma cidade diferente já nos dava esperanças de dias melhores.

E assim o fizemos!
Na primeira quinzena de julho pegamos a BR-101 e viemos, com a cara e a coragem, recomeçar nossa vida e abrir a mente para o novo.

Hoje, já em Maceió - AL, me sinto renovada, com uma nova perspectiva, com esperança de que tudo vai melhorar, e o melhor de tudo é conseguir me expressar novamente!

Algumas dicas para ajudar na criação


Se você está passando por isso e não tem ideia do que fazer para voltar a criar, vou deixar aqui algumas dicas que podem te ajudar:

- Busque inspirações: procurar inspirações na internet é muito comum, mas é preciso que seja dentro do seu nicho para não perder o foco. Outra forma de buscar inspirações é com amigos e parentes, dependendo do seu nicho, você pode conseguir ótimas ideias para criar.

- Reveja suas publicações mais antigas e escolha algumas para repostar. Você pode criar uma nova publicação abordando até três temas ou trazer o assunto para a atualidade.

- Ainda sobre as publicações antigas, você também pode encontrar nos comentários muitos temas interessantes para abordar.

- Faça anotações: durante o dia podem surgir vários temas a serem abordados, mas que acabamos esquecendo ou simplesmente achamos que não vai dar certo. Anote! Anote todas as ideias que surgirem e verá que sim, elas podem te dar um ótimo conteúdo.

- Busque pessoas que tenham o mesmo nicho que você e proponha uma parceria: você não precisa buscar o “famosinho” da internet, você pode conseguir excelentes conteúdos e parcerias com pessoas que estão iniciando. Lembre-se de que um dia você também foi iniciante. Também vale pra você que é iniciante, nem sempre o “famosinho” é a melhor opção para troca de conteúdo, pois assim como você, há muitos iniciantes com imenso potencial.

E o mais importante de tudo é saber que é melhor não publicar do que publicar qualquer coisa ou algo que não tenha nada a ver com você!

E você, como está nessa quarentena?
Compartilhe conosco nos comentários suas experiências e o que está fazendo para enfrentar essa situação.

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos, afinal, coisa boa a gente divide :)

Até breve.


Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts

Pesquisar este blog

Viaje conosco!

Receba as atualizações diretamente no seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Seguidores

Postagens Recentes

Postagens mais visitadas